Notícias, eventos e serviços para você curtir Tucano e ficar por dentro de tudo que acontece na cidade.

COLUNISTA » Ana Bia

Ana Bia

Protetor solar é coisa séria em qualquer estação do ano

06/07/2014

Protetor solar é coisa séria em qualquer estação do ano

Olá pessoal! Estou de volta para falar de um assunto muito sério e que não deve ser esquecido nem posto em segundo plano em nenhuma época do ano, nem mesmo no inverno: a proteção da pele contra os raios UVA e UVB.  É preciso sempre lembrar que tomar sol sem protetor solar adequado, até mesmo dentro do carro, pode acarretar uma série de problemas à pele. Por isso, aqui vão alguns esclarecimentos e dicas minhas que irão lhe ajudar a manter a saúde da sua cútis.

 

Primeiro, é importante entender a diferença entre os raios UVA e UVB.

 

Radiação ultravioleta do tipo A (UVA): manifesta-se de forma mais intensa até as 10 horas e a partir das 16. É relacionada ao foto envelhecimento. Essa radiação também pode causar câncer de pele, pois se manifesta durante todo o dia e está presente praticamente com a mesma intensidade o ano todo com efeito acumulativo. Os raios UVA são os principais responsáveis pelo surgimento das manchas, do envelhecimento precoce e do câncer de pele. Eles também estão presentes nas câmaras de bronzeamento artificial, muitas vezes em doses mais altas do que a radiação solar.

 

Radiação ultravioleta do tipo B (UVB): intensifica-se no período entre 10 e 16 horas e tem efeito cancerígeno. Ocorre com maior frequência durante o verão. Desencadeia eritema e queimaduras de sol

 

Atenção!Como os raios UVB causam as queimaduras solares, o fato de se expor ao sol e não ficar vermelho não significa que a pele não sofreu a ação danosa da radiação UV, pois existem os raios UVA, que não causam queimaduras, mas podem prejudicar irreparavelmente a pele. A proteção contra os raios UVA é medida no rótulo do produto pelo PPD (Persistant Pigment Darkening).

 

Para proteger com eficácia a pele, o protetor solar tem que possuir alta proteção contra os Raios UVA, ou seja, um alto PPD. Mas, além de comprar um protetor solar que tenha alto PPD, esta proteção precisa ter boa duração. Por isso é fundamental utilizarmos unicamente protetores foto estáveis, que tenham filtros solares presentes em sua composição que não se degradam em contato com a radiação, com boa duração.

 

No Brasil, já é possível encontrar marcas que disponibilizam proteção eficiente, com até 12 horas de duração, contra os raios UVA e UVB. Procure pelas marcas que tragam o PPD em números: PPD 20, PPD 28, por exemplo. Significa que foram testadas na pele humana, com resultado preciso, e não apenas no laboratório (IN VITRO). Se o produto tem PPD 20, entende-se que, com ele na pele, seria necessária uma radiação solar 20 vezes maior para causar o mesmo dano em relação à pele desprotegida. Com esses cuidados aliados a tratamentos estéticos preventivos e terapêuticos, a sua pele vai ficar jovem, viçosa e saudável por muito mais tempo. Até a próxima!